25 de fevereiro de 2013

Um mundo diferente



Hoje eu me dei conta de como o tempo passou, e acredita que eu não percebi? Quer dizer não tinha percebido até agora, bom o tempo onde os brotos se tornavam flores e assim por diante acabou, tudo agora não passa de um vazio imenso, é como se o meu mundo estivesse mergulhado em escuridão ou então estivesse em alguma caverna tão grande e profunda que a luz se quer ousava chegar próximo há ela!
Tudo mudou por aqui, principalmente depois que eu parei de te ver, parei de me importar com as coisas, parece que eu me estabilizei no tempo e tudo a minha volta aconteceu nesse período, eu sinto como se todos tivessem mais velhos, mais experientes, mais importantes e eu? Eu continuo a mesma coisa, sem tirar nem por! O vento corta por entre as arvores e bagunça meu cabelo, com isso eu também me lembro de você! Parece ironia ou confusão não sei ao certo ainda, mais prometo que vou descobrir!
O mundo onde vivo não é habitado por pessoas e sim por alguns tipos de animais chamados pateticamente de seres humanos, ou melhor, os seres racionais, é incrível como com você ao meu lado eu tinha segurança, tinha certeza de que era intacta poderia parar uma bala de revolver com um assopro,  e agora sem você, é como se o vento que bagunça meus cabelos fosse capaz de me cortar de me fazer sentir dor!
E por ultimo tenho uma coisa para te dizer,  você prometeu pra mim que nunca se esqueceria de nada, nem de mim. Sei que fui burra, idiota, hipócrita, criança. Mais tenho certeza de que você sabe no fundo eu sempre fui uma garotinha medrosa que cantada de rainha mais não tinha coragem de assumir esse trono, sempre fui uma boba apaixonada e não correspondida! Mas tudo isso me fez crescer cada vez mais e agora em cada cicatriz carrego um aprendizado. Porque sei que lá no fundo você me ama e me conhece do jeito que eu sou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário